Cards you may also be interested in
Afinal, o que é VPN? Descubra como cuidar do seu acesso remoto!
Se você tem uma empresa precisa se preocupar com muitas tarefas, ações e responsabilidades, principalmente se possui um espaço físico para trabalhar com seus demais funcionários. As empresas com espaço físico precisam oferecer aos trabalhadores uma boa infraestrutura para que realizem todas suas tarefas e na grande maioria das vezes, isso engloba uma conexão com a internet que seja boa e segura. Ao oferecer computadores e uma rede de internet aos seus funcionários, você precisa se preocupar e ficar atento à segurança do tráfego de dados e informações, afinal arquivos e o histórico da empresa estão atrelados à isso. E é nessa parte que o VPN entra para que você consiga cuidar do acesso remoto. A seguir, veja mais detalhes e entenda perfeitamente o que é VPN e como ele pode ajudar a sua empresa. VPN: o que é? VPN, em nossa língua, significa Rede Virtual Privada e a sua função principal é garantir o tráfego de dados de uma maneira muito mais segura e ainda permitir o acesso remoto protegido à rede interna de uma empresa. Se trata de uma ferramenta de segurança muito mais do que essencial para as empresas, pois você estará protegendo dados e informações referentes ao seu negócio e evitar que suas informações sejam roubadas ou acessadas por hackers. A VPN ganhou mais buscas nesse período em que a grande maioria das empresas estão com seus funcionários trabalhando em home office. Cada funcionário, na sua casa, ao se conectar à internet, é identificado pelo número de IP e os seus dados podem trafegar abertamente, isso significa que podem ser acessados por qualquer pessoa. Tendo uma rede privada, que é oferecida pela VPN, o usuário, os dados e as informações ficam protegidos e não é identificado tão facilmente. A VPN pode ser usada para interligar mais de uma unidade da empresa e para fornecer a conexão remota aos funcionários, por isso ela se tornou tão popular e procurada nos últimos meses. VPN: como funciona? A VPN funciona de uma maneira muito fácil e prática. Vamos dar alguns exemplos para que você consiga entender melhor. Quando acessamos o navegador do nosso computador, na barra de pesquisa e ao lado do endereço eletrônico, há um pequeno cadeado. Esse cadeado é sinônimo de segurança e ele está presente na grande maioria dos sites, e ele informa que a sua navegação está segura e que o seu tráfego de dados só poderá ser acessado pelo servidor daquela empresa/loja/companhia/site. Quando você usa a VPN, essa segurança é expandida para toda a sua conexão. Isso porque, alguns sites não possuem esse cadeado e essa segurança, deixando seus dados expostos. Quando você usa a VPN, a segurança é garantida em todas as situações. Você fica disfarçado e usa um endereço de IP falso. No caso das empresas, ao usar VPN, você se conecta diretamente ao firewall da sua empresa e assim ninguém consegue identificar o seu verdadeiro IP e fica protegido. A sua conexão também é criptografada para que ninguém tenha acesso aos dados que são carregados e baixados. VPN: por que investir? Você já entendeu o que é uma VPN e como ela funciona, mas ainda não está convencido de porquê usá-la na sua empresa? Bem, nós explicamos o motivo. Acontece que quando a sua empresa permite o acesso externo dos seus funcionários, de suas casas por exemplo, há uma troca de dados e informações entre as redes que fica exposta e há grandes riscos de hackers obterem todo esse tráfego e acabarem roubando as informações. Alguns trabalhadores gostam de ir em diferentes lugares para trabalhar como em livrarias e cafeterias com rede Wi-Fi. Essa é uma rede pública que pode ser acessada por qualquer um facilmente e ter acesso a dados como usuário e senha. Com a VPN, todo o acesso de seus funcionários estará 100% seguro e protegido. VPN: conheça os tipos Existem vários tipos de VPN para você escolher e contratar para a sua empresa. Você poderá conhecer três opções a seguir: - VPN Site a Site: é uma VPN muito usada em operações corporativas principalmente no caso de empresas que possuem unidades no Brasil e no exterior ou até mesmo em diferentes estados, pois ajuda a conectar a rede da matriz com as filiais. As empresas podem usar também esse tipo de VPN para se conectar a outras empresas. Nada mais é do que uma ponte virtual que ajuda a reunir redes de diferentes lugares, mantendo uma conexão mais segura e privada; - VPN PPTP: é o tipo mais comum que pode ser usado tanto por empresas quanto por pessoas comuns. Não exige a compra nem mesmo a instalação de um hardware extra, para acessar basta informar o login e a senha de usuários aprovada. Através da conexão com a internet, você se conecta com a rede VPN e se torna um usuário remoto, que não pode ser encontrado. Entretanto, esse tipo de VPN não oferece criptografia; - VPN L2TP: esse é um modelo que se combina com outra ferramenta de segurança para fornecer mais privacidade ainda. Ele forma um túnel entre dois pontos de conexão L2TP e uma VPN, enquanto acontece também a criptografia dos dados. Contrate VPN da SS3 Tecnologia A SS3 Tecnologia é uma empresa focada em serviços de Tecnologia da Informação para corporações que desejam garantir mais segurança, privacidade, agilidade e praticidade no seu ambiente de trabalho e a todos os seus funcionários. Entre os diversos serviços de gestão de TI que são oferecidos pela SS3, está a opção de você obter uma VPN para sua empresa e para os seus funcionários. Eles fazem toda a instalação de acordo com as necessidades da sua empresa, além de explicarem como funciona e ajudarem na criação das senhas para todos os seus colaboradores. Se torna um sistema muito prático e é um investimento excelente para a empresa, que estará garantindo a sua proteção e evitando problemas com hackers ou com vazamento de informações importantes.
Mid-range smartphones emerge as customer favourites this festive season
The world was still reeling with a global pandemic, but as the situations eased and businesses looked beyond the virus, the smartphone market saw a burgeoning growth. The 2020 festive season was marked by a plethora of trends in the smartphone space. We witnessed well-built, high-powered, mid-range devices that rivalled premium models shaking the smartphone market. Simply type "the best budget smartphone under 10000", "48MP camera mobile under 10000", or "best gaming smartphone under 10000" on Google, and you'll find an overwhelming list of smartphones to buy. The budget smartphone segment has performed brilliantly and made it possible for every household to have more than one smartphone. Though these cheaply priced smartphones offer a host of features, they compromise with some critical attributes like RAM, refresh rates, camera quality, battery life, etc. Contrary to these are the flagship devices that offer all the top-tier features and a fantastic smartphone experience, but you cannot think of owning one of those without burning holes in your pockets. Bridging the gap between premium flagships and budget smartphones are the mid-range smartphones that offer bright screens, attractive designs, and high-end hardware at affordable prices. A mid-range smartphone falls somewhere between INR 15,000 – INR 25,000, making it the most desired price point. Every festive season smartphone buyers go on a record shopping spree, but the recent trends have found them spending predominantly on mid-range budget smartphones. What fuelled the growth of mid-range smartphones? Though there are numerous reasons why mid-range smartphones have found a special place in the customers' preference list, we are listing down some of the most evident ones. A ton of high-end, attractive offerings One of the most compelling reasons for the mid-range smartphone to thrive was an upsurge in the premium attributes tripping down the price ladder. They offer the best of both worlds so that you can experience some expensive features at a fraction of the cost. Whether you're a gaming freak or just want your phone to not die down before the day ends, there is something for everyone. As per the Great Indian Mobile Survey conducted by Amazon, the top features determining customers' purchase decisions are camera, battery capacity, display quality, RAM, and fast charging (in order of preference). Flagship 5G drove up the prices Undoubtedly, the biggest reason behind the rise in mid-range smartphones' popularity is the recent boost in the flagship prices. This is primarily attributed to Qualcomm's Snapdragon 865 series being considerably pricey than the Snapdragon 855 chips used in older high-end phones. Moreover, the 5G- related components also contributed to the increased cost. These price increases made the best budget smartphones seem even more enticing, as customers could now make their phones future-fit without spending lavishly. The impact of COVID-19 With a direct hit on disposable incomes, the pandemic led customers to prefer no-cost EMI and other affordable finance alternatives, which enabled them to purchase their desired phone without fretting about paying upfront or the high rates of interest. The enhanced screen protection and insurance options, exchange offers, and instant bank discounts have made customers gravitate towards the best budget smartphones under 10000. These, among others, are the influencing factors that led to a sudden boost in the popularity of mid-range phones that had played second fiddle to uber-premium flagships for years. What to keep in mind for mid-range smartphone purchase in 2021? Mid-range phones have been a few shining points in a rather mediocre year for the smartphone industry. With an expectation for this momentum to advance in 2021, let's see some of the few essential attributes to look for in your next budget smartphone. Select the right screen Every single activity performed on the phone is through the screen, assigning it one of the most crucial roles. Consider factors like peak brightness, refresh rate, and build quality, keeping in mind that the faster the refresh rate, the quicker the battery drains. So if you are spending about 15,000, make sure you go for an LCD screen and if at all you are paying anywhere around 25,000, pick an AMOLED screen with punchier colours and better display quality. Go for the latest Android OS Since the speed, flexibility, and performance of the device are directly dependent on its operating system, buying a smartphone with the latest Android OS is of utmost importance. Ideally, any budget smartphone you purchase in 2021 should be equipped with Android 11, but Android 10 is also acceptable. Choose the appropriate processor From 5G support to boot-up time, the processor in your smartphone handles many functions. Your next mid-range smartphone should either have Snapdragon 600 series or the MediaTek G series if your mark is 15,000 or a Snapdragon 700 series or a MediaTek Dimensity series chipset if you cross the 20,000 mark. With increasing media downloads and app sizes, settle for a minimum of 128GB storage for your device to be future-proof. Also, the resource-heavy games and frequent app updates would require RAM that ranges from a minimum of 6GB to 8GB. Don't forget about the camera quality With quad-camera becoming a norm in the current smartphone space, do not just consider the number of lenses. An ideal triple camera or quad camera should house either a 48MP or 64MP primary camera sensor with at least an 8MP ultrawide lens. Any macro sensor or depth sensor, if present, should be at least 5MP. Anything less than that is only a marketing gimmick with no real-life use if good pictures are what you are looking for. Strong battery life If you are buying a phone in 2021, you wouldn't want the battery to drain before the day ends, so look for a minimum of 4,500mAh-5,000mAh battery. Not only this, our hectic life demands a smartphone that charges quickly, so select devices that offer at least 18W to 25W fast charging. Just have a look at Samsung's Galaxy S21 lineup or Apple's iPhone series, and you'll understand that today's top-tier smartphones are undeniably desirable. But we don't all have huge piles of cash to spend on a smartphone when we have top performance combined with gorgeous designs offered by mid-range phones. Not only do they appear and feel as slick as their flagship counterparts, but they can very well outperform them in critical areas. With the suitable device, you can enjoy numerous features ranging from a superior camera setup to excellent battery life and everything in between. Thus, if you're looking to buy a new phone in 2021, our ultimate advice would be the mid-range smartphones.
Why don't start playing the game on these laptops, it's really awesome
in case you are looking forward to constructing a Gaming computer this summertime with around a total of one Lakh INR to spend, you’ve come to the proper area. we've researched and prepared the satisfactory components, peripherals, and accessories that you'll require to make this best gaming laptop under 100000. in case you are a professional gamer with excessive-give-up requirements or an informal gamer or streamer, this computer configuration will make sure you placed your money to high-quality use. when you’re spending an excessive amount of cash, there are numerous options to choose from and we will assist you to make the selections. The components we've decided on for this gaming computer will no longer simplest offer you the nice frame prices with remarkable pics in games nowadays however additionally live aggressive within the destiny. For the CPU we've long gone in favor of the blue team. The i5 9400F is an ideal mid-range gaming processor. although it’s a completely stable preference to go with, there are worth options from the red group as well. The AMD Ryzen 5 2600 is likewise available in a similar price category, a touch extra high priced. Why we've got chosen the i5 9400F over the Ryzen counterpart is the high single-center performance. The middle i5 pulls ahead inside the unmarried-center workloads which makes it higher for gaming. but, Ryzen CPUs are recognized to perform better in multicore situations, like video enhancing or rendering. in case you are a content material writer, you may take gain of the 6 cores and 12 threads on the Ryzen five 2600 vs the 6 cores and six threads on the i5 9400F. Spending a few more money will advantage you if you could exploit the hyper-threading. As this pc is focused on gaming, we will go together with the gaming king, Intel. Acer Predator Helios 300 New Inspiron 15 7501 By Dell ASUS ROG Zephyrus G14 Lenovo Legion Y7000 SE Laptop Acer Nitro 5 HP Gaming Pavilion 15 Asus TUF Gaming A17 MSI GF65 M1 Macbook Air Acer Predator Triton 300
Quando se deve bloquear sites em sua empresa? Veja 8 fatores para considerar!
Se você possui uma empresa corporativa já deve ter ouvido falar sobre o bloqueio de sites em seus computadores para que os funcionários não se distraiam e só possam acessar os sites referentes ao trabalho. Esse é um assunto delicado, pois o bloqueio e a liberação de determinados sites em ambientes corporativos podem ou não levar em conta os interesses pessoais dos funcionários. Empresários e gestores de TI veem uma necessidade de restringir o acesso a determinados sites na hora do trabalho, mas nem sempre sabem como fazer isso. Por isso, a seguir nós mencionamos 8 fatores para considerar na hora de decidir se irá bloquear sites da sua empresa. Confira! 1 – Foco e produtividade dos funcionários As empresas que liberam todos os sites podem notar um problema muito comum em seus funcionários: a falta de foco que resulta em uma baixa da produtividade. A grande maioria de nós possui redes sociais e nos distraímos facilmente, principalmente se temos livre acesso a elas. Sem falar que muitas pessoas podem acabar mandando mensagem durante o dia e podemos nos distrair respondendo e resolvendo problemas pessoais. A produtividade é uma métrica muito importante dentro da empresa e ela deve ser levada em conta na hora de decidir se haverá o bloqueio de sites. O foco deve ser no desempenho da equipe, por isso se a produtividade está muito baixa, filtrar os sites que os colaboradores podem acessar pode ajudar a resolver. 2 – Consumo de banda larga O consumo de banda larga se torna excessivo quando a internet é totalmente liberada para os funcionários. A internet acaba sendo usada para fins pessoais como acesso a redes sociais, programas e jogos, além de alguns funcionários podem baixar programas para o computador da empresa. Algumas sessões da empresa precisam dos downloads, mas outras necessitam de uma rede mais estável que pode acabar sendo prejudicada se a internet estiver sendo usada para outros fins. O YouTube é um dos sites mais acessados pelos funcionários e um dos que mais consome banda larga, podendo deixar a internet mais lenta. Por isso, leve em conta como está o consumo da banda larga e se a internet anda lenta ou não, para definir se alguns sites serão bloqueados. 3 – Segurança da rede A segurança da rede também é um ponto muito importante e que deve ser considerado na decisão de bloquear sites. O livre acesso aos funcionários deixa a rede da empresa mais vulnerável a vírus e links maliciosos que são encontrados em downloads ou em sites não confiáveis. Nas redes sociais também é possível receber algum link malicioso e quando menos se espera, a rede da empresa pode ser prejudicada ou até mesmo hackeada. Muitas vezes, para evitar isso, algumas empresas permitem que os funcionários levem seus próprios computadores e dispositivos, mas recomendam que o antivírus esteja em dia. 4 – Maturidade Analise se a equipe de funcionários que você possui é madura. Se sim, será muito mais fácil de aceitar a sua decisão de bloquear os sites e não tentar burlar o sistema. A maturidade é algo muito importante para uma equipe e se a equipe se demonstrar comprometida com a produtividade, você não terá muitos problemas. 5 – Custos Os custos também devem ser considerados, afinal todos os demais tópicos refletem neles. As empresas que deixam o acesso liberado aos funcionários devem estar cientes que podem receber ataques ou serem hackeadas a qualquer momento e por isso devem estar preparadas para arcar com os custos de reparação. Além disso, acabam pagando mais com a banda larga. 6 – Satisfação dos funcionários Na hora de bloquear os sites, leve em conta que todos os funcionários precisam de alguns minutos ao longo do dia para descontrair e descansar, para que possam voltar ao trabalho com muito mais foco. Nem sempre o problema é liberar o acesso, mas sim impor limites. Se você preferir, estabeleça um horário no dia a dia em que o acesso ficará totalmente livre, como no horário do almoço, por exemplo. 7 – Particularidades de cada equipe Para definir os sites que cada grupo de funcionários poderá acessar, é preciso levar em conta o setor que atuam. A equipe de Marketing necessariamente precisará ter acesso às redes sociais para fazer as análises e implementar campanhas, por exemplo. Por isso, o ideal é descobrir as necessidades de cada equipe e estipular os sites liberados de acordo com isso. 8 – Analise É necessário analisar os dados da sua empresa diariamente. Analise quais foram os sites mais acessados pelos funcionários, confira se todas as restrições impostas estão sendo respeitadas. Compare os resultados com as análises de produtividade da equipe para ver se está dando resultados ou não. O contato próximo aos colaboradores te fará ter mais empatia e te ajudará a entender melhor como ajuda-los com o foco e a produtividade. https://www.ss3tecnologia.com.br/post/quando-se-deve-bloquear-sites